Frequências que permeiam nosso Universo, trazendo informações valiosas sobre a Cura Reconectiva e a Reconexão. Luz e Informação!

Posts marcados ‘espectador’

EVOLUINDO PARA O DNA DE 12 FILAMENTOS

Atualmente muito está sendo escrito sobre o DNA de doze cordões (filamentos),
está na hora de estabelecer bem esse registro, é verdade que os seres humanos estão evoluindo. Todavia, a emergência da luz que estão vendo atualmente não poderia acontecer sem sua evolução para freqüências mais elevadas. No nível do Criador, quando todos os seres foram designados, cada um foi imbuído de um padrão único – um projeto, se desejarem. Se descritos na terceira dimensão, os projetos, esses desenhos de cada alma, pareciam com o DNA, só que com doze cordões em lugar de dois. Se pudessem vê-los, veriam também “contas de energia” tecidas dentro dos cordões. Essas contas de energia formam sua aparência “genético-espiritual” única. Cada uma das incontáveis almas no Universo tem seu próprio padrão de contas de energia.

Em sua Bíblia, no Livro dos Gênesis, existe uma fascinante alegoria sobre o que aconteceu no começo de sua raça. Os “Adão e Eva” originais, aqueles que foram criados primeiro na Terra, não tinham nenhuma restrição na terceira dimensão. Eram, essencialmente, seres de luz – seus ancestrais, mandados a povoar este novo planeta. (É claro que “novo” é relativo, pois o planeta já tinha vários bilhões de anos). Naquele ponto, todos os doze cordões de seu DNA estavam funcionando ativamente.

Os projetos iniciais estão guardados no que vocês poderiam chamar de uma catacumba. Isso é o mais próximo a que sua linguagem pode chegar para definir o sistema de armazenamento.

A alma é, na verdade, uma cópia carbono da original. Codificado nesse padrão está o destino de sua Alma. Esse é o caminho que sua alma precisa tomar através de todas as suas vidas para se reintegrar com o que vocês chamam de Deus. Cada alma tem seu próprio caminho e por isso elas podem reencarnar em vários planetas diferentes ou apenas em um. Podem também não encarnar nunca, aprendendo suas lições apenas nos planos astrais. Nenhum caminho é melhor do que do outro; todavia, suas escolhas determinam, em última instância, se ele poderá ser fácil ou difícil. A partir da reintegração, a alma poderá reclamar o projeto original como sendo seu.

O projeto original do DNA mais as contas de energia que sua alma transporta consigo, é chamado de super DNA, ou simplesmente DNA.  Devido à estrutura atômica do planeta naquele tempo e porque os seres desejavam uma nova forma de aprender, eles adquiriram “peles de animal” e se tornaram humanos. Porque a maioria dos cordões de DNA são de freqüência muito elevada e muito delicados, apenas dois poderiam existir naqueles densos seres animais. Esses dois cordões são o que vocês vêem com freqüência ilustrando o DNA.  A alma retém o padrão original e se o corpo astral é de uma freqüência suficientemente elevada, pode ativar cordões além dos dois, no corpo astral.

Nesses eons, desde que vocês adquiriram peles de animais, alguns que encarnaram poderiam na verdade manter a energia de todos os doze cordões, tanto em seus corpos astrais como – no caso de Jesus de Nazaré, além de alguns outros poucos – no próprio corpo. Mas, em geral, o corpo é simplesmente muito denso para isso. A maioria dos Mestres precisou deixar o corpo humano a fim de ativar completamente e ancorar todos os doze cordões.

Através de suas encarnações a alma foi danificada por escolher lições e tratamento cruel por parte dos outros. Com muita freqüência o padrão dos doze cordões foi interrompido. É por isso que o original é mantido no nível do Criador.  Todavia, com a elevação das freqüências no planeta Terra e a evolução de muitos de sua espécie, agora é possível não apenas reparar a alma, removendo a necessidade desencarnações posteriores, mas também ativar os doze cordões de DNA no corpo astral e começar a ancorá-los no corpo físico. Por favor, compreendam que isso não é um “concurso” no qual o vencedor é quem atinge a ativação dos doze cordões e a ancoragem física primeiro. Esse é o segundo passo em sua jornada evolucionária. Os que estão na frente no caminho têm uma grande responsabilidade sobre aqueles que os seguem.

Vocês serão os irmãos e irmãs mais velhos cuidando dos irmãos menores. O primeiro passo é o reparo, ou iluminação inicial, da alma. A alma traz consigo programas e blocos demais para ativar seu SADN [Super DNA].  Desde que a alma esteja iluminada, vocês podem realinhar os dois cordões existentes do DNA (lembrem-se de que seu corpo astral reflete seu corpo humano), seguindo-se um ajuste semelhante no corpo físico. Os dois cordões com os quais a maioria de vocês está familiarizada, são chamados de espinha dorsal das moléculas do DNA físico. Na maioria das pessoas eles foram tirados de alinhamento simplesmente pela vida, embora alguns tenham nascido com DNA mal ajustado. Eles talvez precisem de ajustes periódicos, mas isto é uma coisa simples depois do ajuste inicial. Muitos problemas da vida são causados por um desalinhamento de seu DNA.

Alguns de vocês passaram a maioria ou todas as suas encarnações na Terra e outros vieram de outros sistemas estelares ou planetas. Alguns dentre vocês foram “plantados” e evoluíram a partir de sementes estelares. Outros ainda estão experimentando sua primeira encarnação neste planeta.

Não importa qual é sua herança. Uma pessoa não é melhor que outra. Trata-se simplesmente do caminho que sua alma tomou para aprender, crescer e por fim integrar-se ao que vocês chamam Deus, ou Tudo Que é. Sua herança pode fazer diferença, contudo, na ordem na qual as faixas são reativadas e, até certo ponto, no processo usado. O processo que estamos apresentando aqui é o universal e funcionará para qualquer pessoa cuja alma tiver sido purificada e cujas duas faixas físicas/químicas de DNA, chamadas a espinha dorsal do DNA, estiveram alinhadas.

Vocês talvez descubram que quando as faixas começarem a se ativar, experimentarão uma torrente de emoções, talvez também se lembrem de detalhes estranhos de sua infância neste planeta e talvez tenham até vislumbres de vidas passadas cuja energia ainda está por aí.

Essas emoções são reflexos da energia tentando partir, para que a ativação continue. Contemplem essas emoções e as sintam, mas a seguir agradeçam por lhes mostrar o que precisa ir embora e permitam, ou peçam, que se vá.

Muitos dos que estão encarnados neste momento em seu planeta são as chamadas sementes estelares. Ultimamente, isto assumiu uma aura de glamour. Mas a pessoa que tiver uma herança de outro sistema pode ou não ser mais evoluída do que alguém que não tiver esta herança. É simplesmente diferente, assim como sua população terrestre e suas várias cores de pele. A herança de seu Jesus era totalmente terrestre, então, quem tiver esta herança está em boa companhia.

Todos vocês estão trabalhando para retornar à nossa herança comum, que é a de sementes de luz. Estamos numa época muito boa e num lugar excelente para trabalhar nisso, porque sua raça e seu planeta estão evoluindo a taxas sempre crescentes e a vibrações cada vez mais altas. Cada vez mais, crianças estão nascendo como sementes de luz. Elas são fisicamente mais frágeis que vocês porque estão vibrando nesta freqüência mais alta, então vocês devem cuidar ainda melhor de suas crianças agora e voltar a atenção delas para aquilo que apresenta qualidade superior.

É fato bem conhecido que a Terra é o que se chama “planeta de coração”. Muitos os aconselharão a “seguir seu coração”.Trata-se de um bom conselho, mas com um reparo: “seguir seu coração” no nível de criação significa seguir com um coração que não foi danificado.

Muitos confundem emoções com coração, e a maioria das emoções apresenta disfunções por estarem sobrecarregadas de vidas inteiras de dor. Por isso é tão importante purificar a alma e trabalhar para curar antigas feridas. Vocês também não devem se fiar apenas em seu intelecto, pois o cérebro registrou muitas imagens do mundo tridimensional ilusório.

Vocês devem continuamente lutar para chegar a um lugar que tem o que vocês chamam ágape. É uma forma de puro amor, não é uma emoção, e sim um estado de ser. É um saber e uma compreensão. É um estado atingido apenas por aqueles que purificam seus programas de alma e conseguem ver o mundo com um coração que não conhece dor, um estado mantido apenas por quem, como dizem vocês, “ascensionou”. Há poucos em seu planeta neste estado agora, a maioria lhes é desconhecida, devendo permanecer assim para levar a cabo suas incumbências.

De volta à ativação de suas doze faixas de DNA – a incorporação do padrão de SDNA [Super-DNA] a seu corpo astral e, por fim, ao corpo físico: quando tiverem se purificado e alinhado suas faixas de DNA fundamentais, vocês estarão prontos para pedir a ativação.

Lembrem-se, sempre peçam ao Espírito para realizar o trabalho por meio de vocês. Usar seu próprio poder esgota o veículo físico, e isso é totalmente
desnecessário. Seu trabalho é continuamente purificar o ser de todas as emoções negativas a desfilar na sua frente. Este processo é meio parecido com uma roda gigante, sendo cada cadeira de uma cor diferente, representando os vários problemas que ainda espreitam os seus corpos. A cada volta, vocês se sentam numa cadeira, mas justamente quando pensam que o passeio acabou,
têm de recomeçar, sentando na primeira cadeira. Vocês estarão removendo, aos poucos, camadas de cada problema.

Mas não desanimem. Vocês notarão uma sensação de leveza crescente se persistirem neste processo. Às vezes experimentarão reveses. Às vezes talvez passem pela chamada “noite escura da alma”. Trata-se de um fenômeno muito real, quando o ego tenta se agarrar à ilusão de carência e impotência. Sejam gentis consigo mesmo nessas ocasiões. Permitam-se passar por isso e lamentar as ilusões perdidas. Consigam boa ajuda espiritual e não tomem a si coisas demais.

A esta altura, se já não o estiverem fazendo, passem a beber pelo menos cerca de 2,5 litros de água por dia e adotem hábitos alimentares mais frugais. (Vocês não recebem este mesmo conselho de quase todos os seres avançados?) Não vou lhes dizer para eliminar todos os produtos animais, pois alguns dentre vocês necessitam de pequenas quantidades para ajudá-los a funcionar no mundo tridimensional.

Vocês ainda estão neste mundo por sua escolha, e uma das lições que vieram aprender foi como trabalhar com as três dimensões a partir de uma perspectiva
de quinta dimensão. Alguns de vocês ficam muito leves antes de estarem
prontos para ancorar as vibrações superiores, tornando-se então ncapazes de cumprir sua incumbência na Terra. Vocês devem continuamente experimentar
até descobrir a dieta certa, o horário de meditação e assim por diante, para si
mesmos. À medida que avançarem em sua ativação, sua dieta e atividades
diárias se modificarão naturalmente, então continuem atentos.

Vocês descobrirão que a ativação da terceira até a sexta faixa se dará de forma bastante suave e rápida, especialmente se vocês estiverem meditando já há algum tempo e estiverem, de forma geral, “limpos”. É bem provável que a ativação das faixas restantes progrida mais lentamente, pois vocês devem solucionar questões mais profundas que talvez não lhes sejam tão evidentes e adotar hábitos diferentes em suas vidas diárias. Será necessário que vocês deparem-se com novos compromissos que talvez demorem um pouco para aceitar totalmente. Paradoxalmente, sua vida ficará mais simples e mais alegre em vez de mais complexa e difícil.

Revistas Amaluz
Sedona Journal of Emergenc
Anúncios

A MALHA PLANETÁRIA E O SER HUMANO

Quando se compreender a Terra como uma harmônica cristalina receptora e
 transmissora e uma faceta a ressoar na harmônica cristalina solar, uma nota na oitava solar, então precisaremos de uma ciência que propicie programação e unificação para nos orientarmos nesta totalidade de Malha. 

A ciência exata da astrologia é o Guia do Espectador contendo a programação diária da Malha. As Efemérides são o Guia da TV da Malha. A que programas assistiremos enquanto o mundo gira? De que novelas sentimentais participaremos quando nosso Rei Sol nos ligar a Seu melodrama diário?

A astrologia cosmica calibra milimetricamente os ciclos horários, diários, semanais, mensais, anuais dos planetas — os movimentos de nossa orquestra. Através de um olhar astrologicamente afinado, que nada mais é que desenvolver o aspecto interpretativo da astronomia, podemos entender nossas vidas, nosso mundo, nossas emoções, nossos movimentos, nossas razões, hábitos, dificuldades e exaltações, de acordo com esta “teia de cruel necessidade,” esta dança de energia elementar rodopiante de nossa psique humana/solar entrelaçada.

A Malha Cristalina Poliédrica é como o chip mestre cristalino que recebe, por meio de suas 120 placas receptoras triangulares lisas, a miríade de canalizações, porém matematicamente racionais e orquestradas, de energia/consciência/Som de nossos disc-jóqueis biopsíquicos. Dessa forma, as Efemérides, com suas tabelas concretas de números e graus, quando corretamente aplicadas, representam o livro de códigos do Engenheiro de Malha que lhe permite prever, avaliar, corrigir, interpretar e transmutar estes elementos estáveis e determinantes recebidos da estação de rádio solar.

Podemos mudar o canal se quisermos, abaixar o volume, sintonizar a faixa de rádio específica. O Engenheiro de Malha tem potencial para transmutar (liberando a energia inerente, libertando-a de sua submissão à forma) as energias solares/celestiais por meio da interface inteligente com a Malha 1746 Eletromagnética, usando qualquer um dos 144 hologramas planetários da Távola Redonda, ou Zodíacos terrestre residentes na Terra.

Esta Malha, não podemos esquecer, é a Taça Alquímica Dourada de diferenciação eletromagnética, e o destilador potencial de nossa transfiguração, por meio da qual passaremos de humanos presas da gravidade a Humanos de Luz. Só porque o Rei Sol, nosso habitual disc-jóquei, toca suas melodias favoritas em sua estação de rádio, não significa que temos sempre de dançar nesse ritmo.

A introdução da realidade das aulas práticas sobre Zodíaco local leva-nos ao ponto crucial da possível interação entre o humano e a Malha. É aí que o Engenheiro de Malha e o Cavaleiro do Santo Graal se tornam um. Esta unificação na busca do Graal e no serviço à Malha é encenada no teatro geomítico local do Zodíaco da paisagem. Geomítico significa “o mito vivo da paisagem” e nosso envolvimento direto nesta simbologia terrestre por meio da interação de consciência intensificada dentro de um complexo de Zodíaco local.Nosso modelo conceitual de Zodíaco novamente opera como uma série interdependente de sistemas dimensionais homólogos e harmônicos, ou seja, Zodíacos dentro de Zodíacos. Começamos com a Távola Redonda Solar Mestra da eclíptica Terra/Sol por meio das doze Casas do Zodíaco — a cada ano, a cada 2.160 anos, a cada 25, 920 anos.

Aqui temos tanto o Rei Sol como o planeta Terra circundando o Castelo do Graal celestial de 12 portões como intrépidos e dedicados Cavaleiros do Graal. Este giro amplo, e essa busca, são transmitidos, de forma correspondente, à Terra, primeiro, por intermédio de Avebury, na função de painel de controle da Malha e maestro do concerto, o ponto mestre das 12 Linhas de Zodíaco Oroboros, e, em segundo lugar, por meio da vasta distribuição planetária dessas 12 Linhas de Dragão, dessa forma transformando em Távola Redonda tanto o Círculo de Avebury (condensado) como o todo planeta Terra (expandido).

Como um Cavaleiro do Graal sozinho voluntária e conscientemente experimenta essa imensa Távola Redonda planetária? E como o Engenheiro de Malha realiza ajustes inteligentes, compassivos e oportunos na teia geomântica desta vasta távola solar giratória situada na Terra? Por intermédio do holograma do Zodíaco local.

Neste modelo do Zodíaco, a sobreposição da Árvore da Vida da Cabala à imagem mítica da Távola Redonda/Zodíaco é muito esclarecedora. A Terra é uma das 12 esferas ressonantes, um dos 12 integrantes da Távola Redonda, uma das 12 Notas da oitava solar, da Árvore Solar da Vida. Dessa maneira, podemos imaginar estas relações em termos da Árvore ou da Távola Redonda, essencialmente intercambiáveis nesta explanação. Nosso Corpo do Sol é expresso na forma de uma Árvore da Vida de 12 esferas, com 12 Cavaleiros, ou 12 Notas; a Terra é Malkuth, a 10a Sephiroth, representando, adequadamente, a Terra; a 7a Sephiroth, Hod, por exemplo, representa Mercúrio).

A seguir, e de forma análoga, o Corpo da Terra é expressado como uma Árvore da Vida, e aqui o monte Shasta é Malkuth e o chakra da Raiz. A Árvore de Gaia apresenta 12 esferas que, em termos da Malha, são 12 Vórtices do Zodíaco, domínios de Zodíaco planetários principais que correspondem, segundo a lenda, aos acampamentos das 12 Tribos de Israel. Eles são setores geomânticos primários cada qual organizado formando um importante complexo de Zodíaco de 12 templos de sub-Zodíaco.

A unificação desses 12 Vórtices do Zodíaco é a Távola Redonda planetária, ou Árvore, apresentando toda a família de Jacó (que era Israel). A seguir, cada um desses 12 Vórtices do Zodíaco apresenta um subsistema de 12 Cúpulas de Zodíaco, num total de 144 templos de holograma do Zodíaco no planeta (embora nem todos estejam sempre disponíveis em determinado momento em razão das condições geológicas/meteorológicas variáveis). Cada um dos 12 subsistemas de Cúpula de Zodíaco consiste de uma Távola Redonda de Vórtice do Zodíaco das quais há 12 espalhadas pelo mundo.

A Távola Redonda Hiperbórea ocupa uma área aproximada que começa nas ilhas Orkney no norte da Escócia, passando pela Irlanda, País de Gales e Inglaterra, até Brittainy e sudoeste da França. Essa Távola Redonda do Zodíaco Cupulada inclui 12 sistemas de Zodíaco locais interdependentes. Cada qual apresenta um Logos de sistema de mito dominante, contudo, todos constelam principalmente ao redor do Rei Artur e do Graal. Um desses 12 Zodíacos locais, que goza de certa notoriedade, é a “Távola Redonda das Estrelas” de Glastonbury/Somerset, como é com freqüência chamado, ou mais poeticamente, Região das Estrelas de Verão (que inclui a famosa e mística Avalon). Cada Zodíaco local (que pode medir 16 quilômetros de diâmetro, 32-48 quilômetros de circunferência) apresenta uma imensa Cúpula de Zodíaco que o energiza.

Os 12 filamentos do DNA

Durante anos a ciência reconheceu que temos dois filamentos físicos ativos de DNA. Além desses, temos 10 filamentos energéticos que estiveram adormecidos  durante séculos. Estes filamentos adormecidos de DNA foram descobertos pelos cientistas, não sabendo qual seria a função deles, identificou-os como DNA “lixo”.

O ácido desoxirribonucléico (DNA) é um ácido nucléico que contém todas as instruções genéticas utilizadas no desenvolvimento e funcionamento de todas as coisas viventes. A função principal do DNA é o armazenamento de informações em longo prazo. O DNA é freqüentemente comparado a um conjunto de projetos, já que ele contém as instruções necessárias para construir outros componentes de células. Os segmentos de DNA que carregam as informações genéticas são chamados genes, mas outras seqüências de DNA têm propósitos estruturais ou estão envolvidas na regulamentação do uso das informações genéticas.

O nosso DNA é o nosso projeto pessoal e, como tal, contém toda a nossainformação mental, física, emocional e Espiritual.

O Ser Humano original tinha 12 Filamentos de DNA trabalhando ativamente e mantendo a função total do Humano como um Ser Espiritual. Com a nossa preocupação exagerada com o pensamento através do lado esquerdo do cérebro, e com o fechamento dos nossos centros do coração, estes filamentos “extras” de DNA se perderam. Como conseqüência desta perda, nós passamos a viver em uma sociedade espiritualmente deficiente e as nossas capacidades intuitiva e curativa foram reduzidas drasticamente. Outro resultado dessa perda é que nós acessamos e usamos apenas uma pequena parte dos nossos cérebros.

O corpo humano é a coisa mais valiosa que jamais possuiremos. Ele armazena e mantém uma abundância de informações, sabedoria e conhecimento sobre todos os aspectos de nós mesmos, do nosso mundo e de toda a vida. Combinações de inteligência são armazenadas no interior do Ser Humano, e uma grande quantidade de dados é armazenada dentro do corpo. Dentro dos nossos corpos, estão as fórmulas necessárias para reproduzir outras formas de inteligência por todo o Universo.

No momento da concepção, nós recebemos das nossas duas linhagens sanguíneas diferentes (nossos pais) certas combinações e pares de genes recessivos. Estes genes contêm os códigos de luz que nos dão a maior oportunidade de acessar e desenvolver nossas capacidades Espirituais e de curar os aspectos danificados e feridos da nossa Alma.

Ao mesmo tempo, estes genes contêm lembranças que criaram bloqueios no nosso caminho para a unidade e deram início aos nossos sentimentos profundamente arraigados de separação, separação da nossa verdadeira essência e do nosso Criador. Estas lembranças de separação nos forçaram a criar experiências e situações nas quais nos são dadas oportunidades para curarmos a nós mesmos, nosso mundo e nossas separações.

Como Almas, escolhemos cuidadosamente os nossos pais e suas linhagens sanguíneas, de modo a facilitar experiências e situações que nos permitirão curar a nós mesmos. Portanto, escolhemos a dedo as nossas próprias estruturas de DNA e as possíveis oportunidades de ativar e despertar outros filamentos de DNA.

A energia da nossa Terra está passando por importantes mudanças vibracionais e movendo-se para níveis mais elevados de consciência. À medida que a Terra eleva Sua vibração, nós, como Seres Humanos, estamos recebendo muitas oportunidades de elevar a nossa vibração. Esta mudança está sendo chamada de Ascensão e existem muitas pessoas ao redor do mundo que estão vivenciando confusão e caos em seus mundos. No entanto, neste aparente caos e confusão, encontramos grandes oportunidades de crescimento, expansão e evolução.

Um dos aspectos mais emocionantes do nosso processo evolutivo é a reorganização do nosso DNA. Raios codificados com luz Cósmica do nosso Criador têm chegado à nossa Terra, estimulando as mudanças e reorganizando os nossos corpos Humanos. À medida que os filamentos codificados de luz são absorvidos no nosso ser, nosso DNA disperso está sendo reativado e reformado em novas hélices ou filamentos de DNA e está sendo reordenado em feixes.

À medida que este re-enfeixamento e esta reordenação progridem, nós criamos um sistema nervoso mais evoluído, que facilita que novas informações e dados entrem em nossa consciência. Muitas das células adormecidas do nosso cérebro estão sendo despertadas e estamos sendo capazes de acessar o potencial total do nosso corpo. Conforme nossos corpos se preenchem com mais luz, nossas memórias também se abrem, e à medida que o nosso DNA evolui, nós evoluímos em Seres Multidimensionais conscientes.

Nossos 12 filamentos de DNA ativam e conectam-se aos nossos 12 Chacras, portais de energia através dos quais acessamos nosso patrimônio Espiritual. Os 12 filamentos de DNA servem de ligação, através dos nossos 12 chacras, com a rede de energia externa aos nossos corpos. Os 12 chacras atuam como portais energéticos no nosso corpo, conectando-nos às forças vitais da existência. É através da abertura e ativação destes portais de energia que podemos começar a realmente conhecer a nós mesmos.

Como agora todos os 12 filamentos de DNA estão se formando, qualquer questão que não tenha sido trabalhada e esclarecida pacificamente na nossa história pessoal, criará caos. Sentimentos e lembranças estão vindo à tona, oferecendo-nos uma oportunidade de experienciar o tecido do nosso ser e revelando quem nós somos, através dos acontecimentos e crenças que estão intricadamente tecidos em nós.

Nossa tarefa é despertar, ativar e unificar todos os 12, criando a rotação dos 12. Esta rotação dos 12 filamentos de DNA e 12 chacras vai atrair para nós energias que vão se intermisturar e se mover através dos nossos seres, ativando e despertando os vários aspectos diferentes de nós mesmos. Isto disparará novas versões, entendimentos e significados de todos os acontecimentos em nossas vidas e no nosso mundo.

Nossos 12 chacras são conjuntos de energia onde podem surgir acontecimentos. Eles guardam a memória e a identidade, e cada um corresponde a um filamento do DNA. Estes 12 centros de energia devem ser acessados a partir do nosso interior, onde podemos sentir os dados correspondentes e traduzir nossas experiências dentro do contexto de nossas mentes.

Ao abrirmos nossos corações e mentes, todas as respostas aos grandes mistérios serão encontradas dentro de nós. É preciso que nos retiremos dos nossos sistemas de crenças atuais e criemos novos sistemas de crenças, pois a mente está estruturada para evoluir e formar nossas experiências baseadas naquilo que ordenamos. Nossa mente não é o nosso senhor; nós somos os senhores das nossas próprias mentes. A mente é apenas uma ferramenta a ser usada para criar a realidade, e nada mais.

Trabalhando conscientemente com as ondas de energia e luz que  entram na nossa Terra, somos capazes de perceber e compreender que a transformação deste planeta baseia-se na cura e poder das nossas mentes.

A ativação do DNA completo de 12 filamentos criará a conexão entre os nossos códigos genéticos humanos e nos dará acesso a todo o conhecimento e sabedoria. Isto é a consciência e compreensão de quem nós realmente somos.

Ao ativarmos todos os 12 filamentos do DNA, nós criamos um alinhamento dentro de nós mesmos, que nos permite mudar suavemente para níveis de vibração e freqüências de luz muito mais elevados, ajudando o nosso processo de ascensão ao despertarmos mais a nossa consciência humana.

MUDAR OU DEIXAR COMO ESTÁ?

O ser humano é por natureza inquieto, questionador, buscador e por causa disso evoluímos muito com o passar dos anos. Quando recebo um cliente existe sempre um desconforto, algo que querem mudar ou melhorar na área afetiva, de trabalho, na família enfim nas diversas áreas que compõe a vida de cada um.  Todos do seu jeito querem que algo mude para que o desconforto desapareça, para serem felizes. Vêem sempre as causas da sua infelicidade fora de si e poucas vezes, numa primeira entrevista percebem que tudo está dentro. As formas que cada um percebe a sua própria realidade, e agem nas diversas áreas de suas vidas, com crenças que ao invés de ajudar nas mudanças que querem promover em suas vidas, os limitam, impedindo que seja feito o que eles querem fazer, impedindo que o verdadeiro fluxo da vida de cada um aconteça.
Como Coach, levo os clientes a esclarecer os fatos, descobrir suas crenças limitantes e criar um novo caminho, e isso dá trabalho. Imagine que muitas vezes vive-se infeliz achando que aquele é o único caminho e num certo ponto percebe-se que isso não é verdade absoluta, que existem outras possibilidades. Nessa altura o que você faria? Mudaria?Criaria novas trilhas?Apostaria nos seus sonhos?
Provavelmente você responderia que gostaria de apostar nos seus sonhos. Então mãos a obra, vamos alinhar seus sonhos as suas ações, a sua missão de vida, aos seus valores. Por onde gostaria de começar? E aí vem o maior dos questionamentos: Como?Como posso fazer isso?Na realidade o que menos importa é o como e sim o que você decide querer agora.
Um moinho roda enquanto houver água para impulsioná-lo ou um motor, sempre para o mesmo lado, ele não tem escolha, mas você tem escolha. Você pode parar de girar para o mesmo lado e girar para outro lado, vai dar trabalho parar de girar e depois ter um giro veloz para o outro lado, não é instantâneo. Tem um tempo para parar, um tempo para mudar o lado e outro tempo para dar velocidade ao seu movimento.
Mas o que dá mais trabalho?Continuar girando e se sentido mal por estar girando para o lado que não queres girar ou parar de girar e começar a girar para o outro lado?Eu diria que as duas opções dão trabalho, sendo que uma delas me dá a possibilidade de estar indo na direção dos meus sonhos, do que quero para a minha vida, no caminho que me leva ao que realmente sou.
Ser infeliz é um hábito que passa de pais para filhos e talvez para netos e assim por diante. Quantas noites em claro e quantas caixas de remédio você tem que comprar para sustentar esse hábito. O hábito de não acreditar em si mesmo, de não acreditar na vida.
Quem faz a roda da infelicidade parar de girar é você. Não existe ninguém além de você que possa fazer isso, com a vantagem que você poderá estar criando novos hábitos e possibilitando as gerações futuras novas visões do mundo a sua volta.
Não existem modelos que dão certo, existe o seu modelo, o que você quer esse para você é o certo. O coaching leva você a aprender a criar novos caminhos, do seu jeito, sem copiar nem precisar se violentar para conseguir o que quer. Calmamente no seu tempo, você terá as rédeas da sua vida. Junto com isso a sua maneira de ver o mundo irá mudar e trazer paz e alegria a você e a todos que estão ao seu redor. Simplesmente porque você estará fazendo o que realmente quer e não importa quanto tempo irá levar para conseguir isso, o que importa é que você já escolheu girar o seu moinho para o outro lado.
Dê apenas um passo e o final do caminho começará a aparecer como mágica. Assim passo a passo você pode construir uma vida do seu jeito, da forma que te dá mais prazer.
E agora, o que dá mais trabalho? 
 
                                                                            Maria Lúcia Peres

Curso Cura Reconectiva e Reconexão no Brasil

Em novembro de 2012 teremos a honra de receber no Brasil o Dr. Eric Pearl o criador da Cura Reconectiva e da Reconexão. Ele e sua maravilhosa equipe de instrutores vão ministar os Seminários a respeito das frequências utilizadas em seu trabalho, passando para os brasileiros o conhecimento de forma simples e acessível.Para fazer o nível I e II não existe nenhum pré- requisito.Para fazer o nível III o participante tem que fazer préviamente a Reconexão com um profissional capacitado pelo The Reconnection pois o mesmo tem que cadastrar a Reconexão deste cliente junto a instituição. Para verificar se este profissional está capacitado entre no diretório dos praticantes http://www.thereconnection.com/practitioner-directory?strAction=advance&page=0&total=0&ciudadFlash=&paisFlash=&stateFlash=&pagina=&total=0&continente=&word=&city=&zip=&idCountry%5B%5D=31&idProvince%5B%5D=&idCity%5B%5D=ou envie um email com o nome para info@thereconnection.com e peça a informação.

%d blogueiros gostam disto: